O INTEGRALISMO LINEAR E A MEDICINA INTEGRATIVA

O INTEGRALISMO LINEAR E A MEDICINA INTEGRATIVA

REGIS ANISIS, MÉDICO, AMIGO E COLABORADOR DO MIL-B

 

                               O Integralismo Linear já alertou que nesse Século XXI as ciências não estão a serviço do bem da Humanidade, e sim a serviço do Grande Capital Financeiro e Conglomerados financistas. Nessa esteira de acontecimentos e denúncias, também a Medicina se torna um negócio e é desenvolvida no sentido de beneficiar os argentários e não ao povo. ” Que seu alimento seja seu remédio. A vontade de ser curado faz parte do  tratamento…” dizia o pai da Medicina grego Hipócrates de Cós. A desarmonização do ambiente e do indivíduo leva à doença e a morte. É nesse sentido que os Integralistas e Linearistas do Séc XXI devem pautar sua cosmovisão e seu entendimento de mundo para que o processo de vida seja pleno e abundante.

                               Vivemos em tempos quando os descalabros daqueles que dominam o mundo são tão exacerbados que até mesmo o mais adormecido dos humanos pressente, ou sente,  que algo não ocorre bem e se distancia de uma ordem minimamente tolerável de existência. A massificação de mentiras, orquestrada pela Mídia sionista, paralisa os indivíduos e suas capacidades neurológicas e fisiológicas.

                               Isto se aplica também à saúde. Vemos o aumento exponencial do surgimento de novas doenças, da complexidade das já existentes e do número dos adoecidos, acometidos cada vez mais precocemente em seus anos de vida. Muitas dessas doenças são de origens zoobiológicas e advém de zoonoses patológicas. Acompanhando este aumento, segue o número de medicamentos alopáticos lançados no mercado e preenchendo as prateleiras e gôndolas das farmácias, a promessa da indústria farmacêutica e dos governos que lhe são aliados, bem como o preço dos tratamentos. Outrossim, vemos o aumento do número de doentes e da frustração destes, ao se depararem com o fracasso de seus tratamentos médicos, por mais caros e promissores que sejam. Nem mesmo os mais delirantes, ingênuos, cínicos ou fanáticos pelos discursos dos “especialistas” e dos “cientistas” são capazes de negar esta realidade, por mais que se esforcem para tanto. É uma clara desarmonia entre ser humano e meio ambiente em curso.

 

                               As razões são simples. Os donos do mundo visam: i) exterminar parte da humanidade; ii) escravizar a restante e iii) monopólio da verdade científica para escravizar os indivíduos a mentiras acadêmicas. Para o êxito, é mais fácil lidar com uma população mundial sadia, vigorosa, inteligente, instruída, ou uma população doente, fraca, estúpida, imbecilizada? ? A resposta parece óbvia.

                               Mais especificamente, no que diz respeito à indústria farmacêutica, existe outra motivação, acessória à principal, revelada acima: o lucro. E o lucro, no caso desta indústria, dá-se pelas vendas dos remédios alopáticos, muitos coquetéis químicos que ao invés de trazerem a cura trazem a dependência e a novas doenças. Em casos mais recentes, certos tipos de “produtos” (injetados com seringas e agulhas) são cogitados a se tornarem compulsórios (obrigatórios) e periódicos a todos, sob a ameaça de exclusão do seio social daqueles que se oporem.

 

                               Quem compra remédios? Pessoas sãs ou pessoas doentes? Então, o que convém à indústria farmacêutica? Desenvolver medicamentos que curem doenças, ou medicamentos que mantenham seus usuários doentes, letárgicos e dependentes do uso de tais medicamentos? As respostas também são óbvias.

                               Desde milênios, a medicina ocidental, alçada na concepção do Vitalismo, assemelhava-se muito à medicina tradicional oriental, concorde com leis universais e naturais, porquanto ambas possuem origem em comum, até, aproximadamente, o século XVIII, quando os donos do mundo voltaram seus olhos às atividades voltadas à saúde.

                               Nesta época, Samuel Hahnemann, médico alemão (a Alemanha, sempre na vanguarda daquilo que é benéfico à humanidade), preocupado com a incipiente ineficácia dos tratamentos médicos vigentes, em reposta aos perniciosos hábitos de vida modernos, propositalmente incutidos aos ocidentais pelos mencionados donos do mundo, somando-se a felizes coincidências ocorridas durante suas traduções de textos médicos e experimentos (interessados deverão consultar a biografia deste médico), bem como a sua vasta sabedoria de um tipo de conhecimento raro e cada vez mais perseguido, desenvolveu a Homeopatia.

 

                               Desde seu nascimento, este magnífico e eficiente recurso terapêutico e medicinal tem sido difamado, perante a opinião pública, e rechaçado pelas autoridades regulamentadoras do exercício médico-terapêutico (assim como os políticos, tais autoridades são senão meros serviçais, vendidos aos donos do mundo). Curiosamente, aqueles mesmos donos do mundo, ao mesmo tempo em que promovem maciçamente o descrédito da Homeopatia, fazem amplo uso dela, descartando, para si, o emprego de remédios alopáticos (estes, promovidos ao resto da população mundial).

                               O mesmo ocorre com tantos outros recursos, alguns milenares; outros, contemporâneos da Homeopatia, ou um pouco mais modernos, igualmente eficientes, no sentido da recuperação e preservação da saúde. Citemos poucos, dos muitos exemplos: acupuntura, fitoterapia, florais, ozonioterapia, fotomodulação… : acupuntura, fitoterapia, florais, ozonioterapia, fotomodulação, fonoterapia, cromoterapia, óleos essenciais, hidroterapia, termoterapia, geoterapia, técnicas respiratórias, massagem, dietoterapia e incontáveis outros. O motivo é o já apresentado. Os donos do mundo, cientes de sua eficiência, procuram reter para si tais recursos, legando à humanidade apenas o recurso de manutenção lucrativa e estratégico da doença, através do uso dos remédios alopáticos.

 

Todavia, alguns profissionais de saúde, imbuídos de heróico inconformismo com a situação e com a coragem de desafiar esta condição, a despeito de serem tratados como irresponsáveis, loucos e charlatões pela mídia, por seus colegas de profissão e, até mesmo, pela opinião adestrada da massa, resolvem enfrentar o sistema impositivo e oferecer às pessoas estes recursos comprovadamente eficientes.

 

                               Em que posição você pretende se situar? Junto àqueles doutrinados e manipulados pelos dominadores, fingindo cegueira à degradação generalizada e planejada do ser humano, incluindo de sua saúde, ou junto àqueles que procuram o melhor a si mesmos e a suas famílias, independentemente do protesto dos doutrinados (quase a totalidade da humanidade)? Se você estiver no segundo grupo e se interessar por conhecer como recuperar e manter a sua saúde e a de seus entes queridos, em meio ao caos em que vivemos, pesquise informação séria e imparcial a respeito da Medicina Integrativa e dos médicos que a praticam.

                               A Medicina Integrativa visa a curar o indivíduo como um todo, com uma abordagem sistêmica e orgânica, o físico e a alma. Nesse sentido a alimentação também é fator primordial para a preservação da saúde. Uma dieta balanceada em nutrientes, de preferência vegetariana, sem o componente da atrocidade e desgraça do cadáver animal. A observação de que a doença é um disfunção do organismo como um todo, corpo e alma, e deve ser tratada de forma universal. O corpo tem que estar em harmonia consigo mesmo e com o ambiente. Essa a melhor forma de tratamento e de cura. Nesse sentido, que a proposta doutrinária do Integralismo Linear caminha.

Leituras Recomendadas

Previous
Next
20221005_174731
20221005_174924
20221005_174607
20221005_174642
20221005_174820
20221005_174956
20221005_174859
20221005_174715
20221005_174657
codigoetica
FPS Livro nº 15 ''Projeto de Reforma Agrária''_capasite
CARTILHADOSPLINIANOS
MANIFESTOSPRP
CARTAANAÇAO2
OSECULODOCORPORATIVISMO
OCOMUNISMOEAMAÇONARIA
OSJUDEUS_ALFREDOBUZAIDINCL
manifestoprograma1936
NORMASDEADMINISTROTÉCNICAMUNICIPAL
Livro Municipalismo
o_homem_e_Oestado
acrisepalamentar
o_Elo_Secreto2
como_se_engana_a_humanidade2
conceito_de_civilização_brasileira2
discurso de despedida do parlamento
como_se_prepara_uma_china
O Ultimo Nazireu
Livro Sagrado Linear
Padre 2 (1)
OESTADONACIONAL
ARTEECIVISMOCORR
constanciadoolharvigilante
O_Estado_meio
TODOS OS ANIMAIS SAO IRMÃOS
thumbnail (1)
FREI ORLANDO SILVA
A Arte da Guerra
FranciscanismoXTomismo
Igreja Linear
era vargas
Livro A Casa Imperial
fronteiras_da_tecnica
golpe_de_novembro
direito_politico
forças_secretas
manifesto_municipalista
AIGREJAEOMARXISMO
abya yala
prpcartaz

Marcha Linearista

Vídeo em Destaque

TUPÃ, O GALO VERDE INTEGRALISTA E LINEARISTA, ESMAGA O VERME COMUNISTA LIBERAL, GERADO NO VENTRE DO GRANDE CAPITAL FINANCEIRO INTERNACIONAL