O INTEGRALISMO LINEAR E A EDUCAÇÃO EM MASSA

O INTEGRALISMO LINEAR E A EDUCAÇÃO DAS MASSAS

CÁSSIO GUILHERME, PRESIDENTE DO MIL-B

 

                               No Estado Integral e Linear a Educação de Massas será tratada como Questão de Segurança Nacional. O Ministério da Educação será absorvido pelo Ministério da Segurança Nacional.  Todos os esforços devem ser empreendidos no sentido de que o analfabetismo e a disfuncionalidade educacional sejam erradicados do país. O Processo educacional nos dias atuais vem sofrendo seguidas modificações. Não podemos nos esquecer que existem as múltiplas *inteligências bem como a interação social estabelecida entre os indivíduos, exercendo fator fundamental para o pleno desenvolvimento totalitário do ser. Somos expostos as mais variadas formas de linguagens, estímulos e idéias. O educando recebe influência do meio externo e até do meio acadêmico, onde se dá sua formação. Educação, Civismo, Cultura e Conhecimento serão as expressões máximas de cidadania para todas as pessoas e devem ser exercidas por todos em sua total plenitude. O que é posto aqui é que Educação e Conhecimento são direitos de todos os cidadãos e dever de todos os cidadãos, principalmente com a tutela do Estado que foi criado para beneficiar os cidadãos, independente de credo, raça, gênero ou orientação filosófica.

                               Para efeito desse Documento sobre os rumos que apresentamos para a Educação no Brasil do Sec XXI usaremos as seguintes definições básicas:

                               1  –  DIMENSIONALIDADE DE CONHECIMENTOS: O SER HUMANO APRESENTA QUATRO TIPOS DE CONHECIMENTOS NA SUA EXISTÊNCIA, CONHECIMENTO INSTINTIVO, CONHECIMENTO SOCIAL, CONHECIMENTO TÉCNICO E CONHECIMENTO ACADÊMICO.

                               2  –   FORMAS DE EDUCAÇÃO:  PARA AQUISIÇÃO DOS CONHECIMENTOS, E EDUCAÇÃO QUE É O CONHECIMENTO ADQUIRIDO APLICADO AO INTERESSE DO COLETIVO, TEREMOS QUATRO TIPOS A CONSIDERAR: A EDUCAÇÃO FAMILIAR, EDUCAÇÃO SOCIAL, EDUCAÇÃO ESCOLAR E EDUCAÇÃO ACADÊMICA.

                               3  –   O SER HUMANO É UM ANIMAL CIENTE. OS OUTROS ANIMAIS SÃO SENCIENTES. A RACIONALIDADE É UM CONCEITO UTÓPICO, NÃO DISPONÍVEL AO SER HUMANO. O MÁXIMO QUE O SER HUMANO PODE FAZER É APRIMORAR SUA CIÊNCIA CONCERNENTE A SUA EXISTÊNCIA E EXPERIÊNCIA. RACIONALIDADE, AO CONTRÁRIO DO QUE AFIRMAM FILÓSOFOS MAL INTENCIONADOS E JÁ REFUTADOS PELO INTEGRALISMO LINEAR,  COMO TOMÁS DE AQUINO E DESCARTES, É O CONHECIMENTO DO TODO E AÇÃO CONSCIENTE DE TODAS AS CONSEQUÊNCIAS. ISSO É INATINGÍVEL AO SER HUMANO. A ONIPRESENÇA, ONISCIÊNCIA, ONIPOTÊNCIA SÃO CONCEITOS IGUALMENTE INANTINGÍVEIS AO HOMEM. OS ANIMAIS SÃO SENCIENTES NO SENTINDO EM QUE AGEM QUASE QUE TOTALMENTE POR INSTINTOS, MAS PODEM PERCEBER O MUNDO A SUA VOLTA E SENTIREM DOR, EMOÇÃO, MEDO. SER HUMANO E ANIMAIS POSSUEM ESPÍRITO, COMO NOS ENSINOU SÃO FRANCISCO DE ASSIS. O SER HUMANO NÃO TEM QUALQUER PRIMAZIA NO REINO ANIMAL, SENDO MERAMENTE UM ANIMAL QUE DESENVOLVEU E APRIMOROU SUA CONDIÇÃO DE CIÊNCIA. POR CONSEGUINTE, ESTÁ ABANDONADO AS MENTIRAS DO CRISTIANISMO JUDAIZANTE DE QUE A TEOCRACIA OU A ANTROPOCRACIA SÃO AS RAZÕES DE SER FILOSÓFICAS DA EXISTÊNCIA. DEFENDEMOS QUE A HARMONIOCRACIA É A RAZÃO DE SER FILOSÓFICA DA EXISTÊNCIA. CURTO E GROSSO.

                               O Estado Integral e Linear promoverá e inclusão ampla, geral, universal, consequente de todas as pessoas. Deficientes físicos ou mentais, minorias, grupos de gênero,  grupos étnicos, grupos religiosos, todos serão tratados de maneira equânime e igualitária em busca da Educação Coletiva que é obrigação do Estado e direito de todos. As Grades curriculares terão flexibilidade total nos municípios, buscando a integração regional e a linearidade de conteúdos para o aprimoramento pessoal de cada indivíduo. ENQUANTO HOUVER UM SÓ CIDADÃO FORA DA ESCOLA, O ESTADO INTEGRAL E LINEAR SERÁ CONSIDERADO INCOMPETENTE E DERROTADO NA SUA TAREFA DE LEVAR EDUCAÇÃO E CONHECIMENTO A TODOS.

                               O método do Sistema Educacional do Estado Integral e Linear para o Sec XXI tem por base toda a dinâmica pedagógica proposta pela Doutrina Integralista e pela Doutrina Linearista. O Aprender fazendo do Movimento Escoteiro, o aprender com disciplina das Artes Marciais, o Questionar toda a realidade do Linearismo, a busca do divino do Cristianismo, todos esses Métodos serão considerados na proposta universal de Educação e Conhecimento. Preparar para a vida e as exigências do Mercado financeiro, a busca da qualidade de vida, o pragmatismo técnico de conhecimento, a universalidade de condutas, a multidisciplinariedade, todos serão fundamento fundidos numa só forja maciça de proposta pedagógica.

                               A difusão dos Conhecimentos a níveis Sociais e Técnicos deverão levar em consideração os fatores de ênfase didática, simplicidade de conteúdos, objetividade da aprendizagem, pragmatismo do programa escolar e funcionalidade direcional do público alvo. Complexidade e aprofundamento científico são qualidades a serem consideradas apenas na difusão dos Conhecimentos a nível Acadêmico.

                               Atenção Especial será dada as Forças Armadas Brasileiras que terão seu trabalho ampliado para Forças de Cidadania em Tempos de Paz. Além das obrigações de treinamento militar e bélico, as Forças Armadas serão transformadas em Forças de Cidadania com obrigação de usar as vastas instalações de quartéis e instituições militares para formação cidadã do povo. Todos brasileiro, com 13 anos de idade, homem ou mulher, independente de credo ou raça, será chamado a cumprir Trabalho Voluntário Cidadão nas Forças de Cidadania Nacionais por um período de 2 anos, com salário mínimo e tempo de serviço fixado em Lei. Esse programa vai extinguir com o desemprego dos jovens, vai zerar o analfabetismo nacional e oferecer um primeiro treinamento de mercado de Trabalho aos jovens. Todos os presídios e prisões do país serão equipados com salas de aula, e todos os presos serão obrigados a concluir o grau intermediário de formação. Os presos terão remissão de pena para auxiliar os outros presos que estão em ritmo mais lento de aprendizagem. O planejamento familiar será ensinado em todos os níveis de formação do Estado. Os quartéis e instituições militares funcionarão 24 horas por dia em processo de formação. Todas as instituições de formação como Grupos Escoteiros, Igrejas, Academias de Artes Marciais, Academias de cultura, Templos religiosos ou não, terão que cumprir um número mínimo de horas para formação de caráter continuado da população. A Educação Formal se concluirá em 12 anos, mas a qualquer tempo, um adulto pode frequentar cursos rápidos e acessórios de 3 meses com Diplomação para obter conhecimento técnico ou acadêmico. Todo Conhecimento Social será avalizado pelo Estado em situação de currículo e pontuação para emprego. O ensino adulto noturno será adotado universalmente em todas as escolas e quartéis.

                               Será legalmente institucionalizada a Educação Familiar nas áreas de Conhecimento Social e Técnico, toda podendo ser cumprida em casa, mediante um vestibular final para aferir os conhecimentos com Diplomação concedida pelo Estado. O Conhecimento Acadêmico e Titulação posterior só poderá ser cumprido em Universidades e Faculdades. Todo aluno que tiver nota em Exames de qualificação do Estado, maior do que 60% do conteúdo programático, receberá bolsa de Estudos parcial ou integral do Estado para cumprir o Curso Acadêmico. Os familiares que não inscreverem filhos ou enteados ou  jovens em sua guarda a partir dos 5 anos em programas do Estado serão considerados criminosos sujeitos a persecução penal.

                               Os programas de Educação Cibernética serão incentivados em todo território nacional, com a implantação de redes de comunicação gratuitas e universalizadas, sob custo do Estado e fiscalização das Forças Armadas.

                               O material didático utilizado em Educação Formal terá a avalização por conta dos poderes Federais, Estaduais e municipais, sendo a primazia final de adoção da Municipalidade. Nenhum livro de Conhecimento, quer seja religioso, técnico, operacional, de conduta terá prerrogativa sobre outro podendo todos serem questionados e refutados por quem quer que seja.

                               Serão incentivados programa de pesquisa em quaisquer áreas do conhecimento, o que hoje é definido como pós graduação Stricto Sensu ou Lacto Sensu, com amparo financeiro do Estado Integral e Linear. Esses programas, bem como a Educação Acadêmica, só poderão ser concluídos em Universidades ou Faculdades.

                               Serão incentivadas em nível intermediário( social e técnico) as disciplinas de Filosofia, Sociologia, Antropologia, Educação Moral e Cívica, Educação Financeira, Educação Social, Educação Ambiental, Veganismo, Educação sexual,  Religiosidade, além das disciplinas de grade obrigatórias. Todo conhecimento social será validado para obtenção de pontuação no Conhecimento Acadêmico posterior.

                               A Educação Universal e a difusão de Conhecimento são as  componentes principais do sangue que mantém vivo o organismo social. Sem elas, o organismo se definha, se estilhaça e morre. Urge pois ao Estado Integral e Linear manter a circulação desse sangue a qualquer custo e a qualquer preço.

                               O Patrono Nacional da Educação Brasileira será Santos Dumont

                               Para crianças com comprovada deficiência de aprendizagem, serão adotados os métodos construtivistas de Montessori. Essas salas de aula funcionarão nas mesmas escolas e quartéis dos outros estudantes. No Estado Integral e Linear haverá sempre a co-educação.

                               A formação de Pedagogos e profissionais de ensino adotará a tríade educação-desenvolvimento econômico-mundo do trabalho que  implementará as políticas de formação de profissionais na área da educação em diferentes períodos no que diz respeito, por exemplo, ao estímulo de formação de mais profissionais da educação quando o mercado de trabalho necessitou de trabalhadores com um mínimo de estudos. Isto valorizou a escolarização ampliando a oferta de ensino. Trouxe também a “preocupação com a demarcação de território dessas profissões, materializada em leis, normas, resoluções e decretos que visam definir quem é, o que faz e onde atua esse profissional.” Os professores terão piso salarial a menor  de 5 salários mínimos fixados pela Câmara Corporativa Nacional, em todos os âmbitos da Federação,  independente de qualquer outra situação. Todos os professores, em qualquer nível, terão o Título de Agentes de Segurança Nacionais e estarão sujeitos também a treinamentos operacionais de inteligência de segurança nacional. Os Sindicatos dos Professores a quaisquer níveis estarão vinculados a fiscalização pela Câmara Corporativa Nacional.

                        Todo o conhecimento difundido no Estado Integral e Linear estará passível de contestação e debates públicos, sempre com apresentação e exposição de motivos coerentes que levaram a tal contestação e por quem.

          Para que o consigamos atingir seus objetivos da ação educacional cívico-democrática e do preparo do brasileiro para o exercício da cidadania, O Estado Integral e Linear deverá orientar-se pelas seguintes idéias básicas: 2.1 estar de acordo com os princípios filosóficos e  religiosos da Constituição do Brasil, evidentemente resultante das aspirações dos brasileiros e dos interesses nacionais;             2.2 ressaltar os fundamentos democráticos constitucionais, sobretudo os referentes:

 — ao espírito religioso e cívico do brasileiro (evitando o aspecto sectário); — à dignidade da criatura humana e da harmonia com a natureza; — ao amor à liberdade, em todas as suas manifestações, principalmente de quesionamento; — aos deveres e direitos fundamentais do Homem (Constituição do Brasil; Declaração Universal dos Direitos do Homem, da ONU; e Declaração Americana dos Direitos e Deveres do Homem, da OEA); — à individualização da Pátria; — à convicção de que o Estado existe para o Homem e não o Homem para o Estado; — ao direito de igualdade de oportunidades na educação e no trabalho para todos os brasileiros; — à caracterização das instituições pátrias: Religião, Família, Justiça, Escola, Universidades  e Forças  Armadas; — à democracia representativa e a defesa do Estado Integral e Linear, com base corporativa — todo o poder emana do povo e em seu nome será exercido; — à livre iniciativa na ordem econômica, com a devida responsabilidade social, apenas subordinada à realização da justiça social para o bem comum;

— à valorização e universalização do trabalho , como condição da dignidade humana; — ao direito à educação, dada no lar e na escola, e em outros recintos afins,  inspirada nos ideais de liberdade, coragem, ação, coletivismo, civismo e tolerância (com responsabilidade interior, advinda da crença em DEUS — Constituição do Brasil, Preâmbulo) e solidariedade humana e no princípio da unidade nacional; — ao ideal do desenvolvimento integral do homem — espiritual, moral e físico; e a harmonização imediata desses conceitos— à responsabilidade de toda pessoa — natural ou jurídica — para com a Segurança Nacional; 2.3 orientar o brasileiro para o pleno exercício da cidadania, no atual esforço nacional para ultrapassar o estágio de subdesenvolvimento, em uso dos conhecimentos adquiridos; 2.4 realçar o papel da família e sobretudo da mulher — mãe, esposa, irmã, patriota — na formação do caráter e das virtudes cívicas; 2.5 dar ênfase às expressões de civismo: exercício esclarecido do Voto e prestação digna do Serviço Militar e Serviço Civil, para homens e mulheres; 2.6 ressaltar a necessidade de a evolução nacional ser fundamentada nas tradições cristãs verdadeiras brasileiras, dando ênfase à língua, aos símbolos nacionais, às tradições culturais (inclusive folclore), ao papel das etnias formadoras e às biografias sintéticas de brasileiros, já falecidos, cuidadosamente selecionados, que se hajam constituído modelo de virtudes morais e cívicas e de transformação social da sociedade; 2.7 realçar o equilíbrio entre o indivíduo e a sociedade, como aspecto característico da democracia brasileira;

2.8 ressaltar a incompatibilidade do bom uso da liberdade com as convicções materialistas, pois que os governos de Nações que se alicerçam em filosofia de base materialista, pela qual a consciência individual não é desenvolvida por valores espirituais e morais (de fundo religioso), não podem abdicar de regime policial; 2.9 projetar os valores espirituais e morais da nacionalidade na educação, tendo em vista conter o egoísmo, a corrupção e a subversão, no trato adequado do bem comum dos brasileiros, e eliminar os privilégios; 2.10 facultar o conhecimento sintético da organização sócio-político-econômica do País; 2.11 fortalecer o sentimento democrático e demófilo do brasileiro, preservando-o das ideologias exóticas, materialistas e contrárias às aspirações dos povos livres e aos interesses nacionais; 2.12 realçar o valor da juventude brasileira que trabalha e coopera na construção da Pátria; 2.13 preparar a mocidade brasileira para, alicerçada no amor à Pátria, desenvolver o sentimento de fraternidade universal; 2.14 considerar, em síntese, que o conceito de civismo deve ter em vista os três aspectos fundamentais — CARÁTER, PATRIOTISMO E AÇÃO: Caráter — com base na moral, originária da ética, tendo por fonte DEUS (Constituição do Brasil, Preâmbulo) ; Amor à Pátria — e às suas tradições, com capacidade de renúncia; Ação — intensa e permanente, em benefício do Brasil.2.15 rechaçar qualquer tipo de interpretação racista da realidade, quer física ou metafísica, e se opor veementemente ao especismo, procurando a boa convivência entre Homens e Seres Sencientes, realçando a COSMOVISÃO HARMONIOCRÁTICA DA EXISTÊNCIA.

                        Ao propor uma reflexão sobre a educação brasileira, vale lembrar que só em meados do século XX o processo de expansão da escolarização básica no país começou, e que o seu crescimento, em termos de rede pública de ensino, se deu no fim dos anos 1970 e início dos anos 1980.

                        Com isso posto, podemos nos voltar aos dados nacionais:

                  O Brasil ocupa o 53º lugar em educação, entre 65 países avaliados (PISA). Mesmo com o programa social que incentivou a matrícula de 98% de crianças entre 6 e 12 anos, 731 mil crianças ainda estão fora da escola (IBGE). O analfabetismo funcional de pessoas entre 15 e 64 anos foi registrado em 28% no ano de 2009 (IBOPE); 34% dos alunos que chegam ao 5º ano de escolarização ainda não conseguem ler (Todos pela Educação); 20% dos jovens que concluem o ensino fundamental, e que moram nas grandes cidades, não dominam o uso da leitura e da escrita (Todos pela Educação). Professores recebem menos que o piso salarial (et. al., na mídia).

                        Frente aos dados, muitos podem se tornar críticos e até se indagar com questões a respeito dos avanços, concluindo que “se a sociedade muda, a escola só poderia evoluir com ela!”. Talvez o bom senso sugerisse pensarmos dessa forma. Entretanto, podemos notar que a evolução da sociedade, de certo modo, faz com que a escola se adapte para uma vida moderna, mas de maneira defensiva, tardia, sem garantir a elevação do nível da educação.

                        Logo, agora não mais pelo bom senso e sim pelo costume, a “culpa” tenderia a cair sobre o profissional docente. Dessa forma, os professores se tornam alvos ou ficam no fogo cruzado de muitas esperanças sociais e políticas em crise nos dias atuais. As críticas externas ao sistema educacional cobram dos professores cada vez mais trabalho, como se a educação, sozinha, tivesse que resolver todos os problemas sociais.

                        Já sabemos que não basta, como se pensou nos anos 1950 e 1960, dotar professores de livros e novos materiais pedagógicos. O fato é que a qualidade da educação está fortemente aliada à qualidade da formação dos professores. Outro fato é que o que o professor pensa sobre o ensino determina o que o professor faz quando ensina.

                        Passaremos agora a apresentação didática e pragmática das propostas do Estado Integral e Linear.

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS

 

1  –  QUAL A PROPOSTA DO ESTADO INTEGRAL E LINEAR TEM PARA RESOLVER OS PROBLEMAS DE EDUCAÇÃO NO BRASIL??

            R: Essas propostas estão consignadas no livro Editado pelo MIL-B  ” O INTEGRALISMO LINEAR E A EDUCAÇÃO EM MASSA.

 

2 –  QUAIS OS TIPOS DE CONHECIMENTO EXISTEM NA INTERPRETAÇÃO DO MOVIMENTO INTEGRALISTA E LINEARISTA BRASILEIRO??

            R:  4 tipos, Conhecimento Instintivo, Conhecimento Social, Conhecimento Técnico e Conhecimento Acadêmico. Cada tipo está explicado no nosso livro.

 

3  –  QUAIS OS TIPOS DE EDUCAÇÃO EXISTEM NO ESTADO INTEGRAL E LINEAR??

            R: São também 4 tipos, Educação Familiar, Educação Social, Educação Escolar e Educação Acadêmica. Cada tipo está explicado no nosso livro.

 

4  –  O SERVIÇO MILITAR SERÁ OBRIGATÓRIO PARA HOMENS E MULHERES??

            R: Haverá o Serviço Militar Obrigatório para Homens e Mulheres a partir dos 16 anos e o Serviço Civil Obrigatório para Homens e Mulheres a partir de 16 anos, com período de 2 anos prorrogáveis por mais 5 anos, remunerados, com organização a Cargo das Forças Armadas e do Ministério da Segurança Nacional. Os detalhes estão no nosso livro.

 

5  –  QUAL O MÉTODO EDUCACIONAL A SER APLICADO NO ESTADO INTEGRAL E LINEAR??

            R: O método do Sistema Educacional do Estado Integral e Linear para o Sec XXI tem por base toda a dinâmica pedagógica proposta pela Doutrina Integralista e pela Doutrina Linearista. O Aprender fazendo do Movimento Escoteiro, o aprender com disciplina das Artes Marciais, o Questionar toda a realidade do Linearismo, a busca do divino do Cristianismo, todos esses Métodos serão considerados na proposta universal de Educação e Conhecimento. Preparar para a vida e as exigências do Mercado financeiro, a busca da qualidade de vida, o pragmatismo técnico de conhecimento, a universalidade de condutas, a multidisciplinariedade, todos serão fundamento fundidos numa só forja maciça de proposta pedagógica.

6  –  OS DEFICIENTES FÍSICOS OU INTELECTUAIS TERÃO EDUCAÇÃO SEPARADA??

            R: Não. Terão Educação no mesmo local das Outras Escolas e Universidades, apenas com acompanhamento especial de acordo com suas necessidades, de profissionais pedagógicos e professores contratados pelos EsTAdo.

7  –  QUAIS CONHECIMENTOS SERÃO INCENTIVADOS NO ESTADO INTEGRAL E LINEAR??

            R: Serão incentivadas em nível intermediário( social e técnico) as disciplinas de Filosofia, Sociologia, Antropologia, Educação Moral e Cívica, Educação Financeira, Educação Social, Educação Ambiental, Veganismo, Educação sexual,  Religiosidade, além das disciplinas de grade obrigatórias. Todo conhecimento social será validado para obtenção de pontuação no Conhecimento Acadêmico posterior.

 

8  –  O ESTADO INTEGRAL E LINEAR VAI DAR APOIO AOS PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO??

            R: Serão incentivados programa de pesquisa em quaisquer áreas do conhecimento, o que hoje é definido como pós graduação Stricto Sensu ou Lacto Sensu, com amparo financeiro do Estado Integral e Linear. Esses programas, bem como a Educação Acadêmica, só poderão ser concluídos em Universidades ou Faculdades.

9  –       COMO SERÁ O MATERIAL DIDÁTICO NESSE PROCESSO INTEGRAL E LINEAR DE EDUCAÇÃO??

            R: O material didático utilizado em Educação Formal terá a avalização por conta dos poderes Federais, Estaduais e municipais, sendo a primazia final de adoção da Municipalidade. Nenhum livro de Conhecimento, quer seja religioso, técnico, operacional, de conduta terá prerrogativa sobre outro podendo todos serem questionados e refutados por quem quer que seja.

10  –  O MUNICÍPIO TERÁ PAPEL DE DESTAQUE NO PROCESSO EDUCACIONAL INTEGRAL E LINEAR??

            R: Sim. Nós Integralistas e Linearistas somos francos defensores do Municipalismo e também na área educacional o Município terá forte influência operacional.

11  –  AS VISÕES DE MUNDO DIFERENTES DO INTEGRALISMO E DO LINEARISMO PODERÃO SER APLICADAS NO PROCESSO DE EDUCAÇÃO DO ESTADO INTEGRAL E LINEAR??

            R: Todos as visões de mundo serão debatidas e ensinadas no Estado Integral e Linear, apenas confrontando-se sua funcionalidade e sucesso com a proposta que apresentamos. A Educação Formal visa a formação cidadã e para o trabalho, não a formação de autômatos ideológicos.

12  –  QUEM SERÁ O PATRONO DA EDUCAÇÃO NO ESTADO INTEGRAL E LINEAR??

            R: SANTOS DUMONT

13  –  DE ONDE O ESTADO INTEGRAL E LINEAR PRETENDO TIRAR RECURSOS FINANCEIROS PARA OPERACIONALIZAR SEU PROGRAMA EDUCACIONAL??

            R: Isso está explicado em nosso livro. Via de regra, o Estado Integral e Linear vai cessar imediatamente com o pagamento abusivo dos juros e amortizações da Nossa dívida externa, cessar a corrupção sistêmica no meio público, incentivar o financiamento público privado de carreiras estudantis, apoiar os empréstimos para estudantes e instituições educacionais em caráter universal, monetarizar os municípios.

14  –  E QUANTO AOS PROFESSORES E PROFISSIONAIS PEDAGÓGICOS??

            R: A formação de Pedagogos e profissionais de ensino adotará a tríade educação-desenvolvimento econômico-mundo do trabalho que  implementará as políticas de formação de profissionais na área da educação em diferentes períodos no que diz respeito, por exemplo, ao estímulo de formação de mais profissionais da educação quando o mercado de trabalho necessitou de trabalhadores com um mínimo de estudos. Isto valorizou a escolarização ampliando a oferta de ensino. Trouxe também a “preocupação com a demarcação de território dessas profissões, materializada em leis, normas, resoluções e decretos que visam definir quem é, o que faz e onde atua esse profissional.” Os professores terão piso salarial a menor  de 5 salários mínimos fixados pela Câmara Corporativa Nacional, em todos os âmbitos da Federação,  independente de qualquer outra situação. Todos os professores, em qualquer nível, terão o Título de Agentes de Segurança Nacionais e estarão sujeitos também a treinamentos operacionais de inteligência de segurança nacional. Os Sindicatos dos Professores a quaisquer níveis estarão vinculados a fiscalização pela Câmara Corporativa Nacional.

15  –  AS CRIANÇAS E ADULTOS PODERÃO SER EDUCADOS EM CASA OU VIA REMOTA CIBERNÉTICA??

            R: Sim. Será legalmente institucionalizada a Educação Familiar nas áreas de Conhecimento Social e Técnico, toda podendo ser cumprida em casa, mediante um vestibular final para aferir os conhecimentos com Diplomação concedida pelo Estado. O Conhecimento Acadêmico e Titulação posterior só poderá ser cumprido em Universidades e Faculdades. Todo aluno que tiver nota em Exames de qualificação do Estado, maior do que 60% do conteúdo programático, receberá bolsa de Estudos parcial ou integral do Estado para cumprir o Curso Acadêmico. Os familiares que não inscreverem filhos ou enteados ou  jovens em sua guarda a partir dos 5 anos em programas do Estado serão considerados criminosos sujeitos a persecução penal.

            Os programas de Educação Cibernética serão incentivados em todo território nacional, com a implantação de redes de comunicação gratuitas e universalizadas, sob custo do Estado e fiscalização das Forças Armadas.

 

 

 

 

 

Leituras Recomendadas

Previous
Next
TODOS OS ANIMAIS SAO IRMÃOS
thumbnail (1)
FREI ORLANDO SILVA
A Arte da Guerra
FranciscanismoXTomismo
Igreja Linear
era vargas
Livro A Casa Imperial
fronteiras_da_tecnica
golpe_de_novembro
direito_politico
forças_secretas
manifesto_municipalista
AIGREJAEOMARXISMO
abya yala
prpcartaz
boletimdedoutrina2rn
boletimdedoutrina1rn
comquemestamos
CATOLICOSEINTEGRALISMO
pelobemdobrasil
discursoaosintegralistas
CONCEITOCRISTÃODOTRABALHO
Breviário do Camisa Verde
Livro Cientificismo Moderno
Livro Espiritualidade
sociedadessecretas
soluçoesnacionais
bolchevismogondim
protocoloserituais
analiseopoortuna
teoriaintegraldodireito
O_BRASIL_NA_CRISE_ATUAL
O_QUE_E_ESTADO_NOVO
O_IMPERIALISMO_BRITANICO_NO_BRASIL
MAÇONARIAEAIBCORR
Livro O Integralismo e a Educação em Massa
capa Integralismo Místico
capa livro gustavo barroso super-herói
Azevedo Amaral
ESTADO_CORPORATIVO
MARIA AMELIA
ORAÇÃO_DA_HORA_AMARGA
POR CRISTO E PELA PATRIA
Livro O Integralismo Linear e a Economia2
RUI BARBOSA E A QUEIMA DOS ARQUIVOS
''50 mil camisas-verdes desfilaram, no rio, ao lado das forças armadas''
70c18c3b-9b35-4450-9649-9a66dfcb66c0
Livro O Integralismo Linear e a Revolução Vegana
Livro O Integralismo Linear e o Escotismo

Marcha Linearista

Vídeo em Destaque

TUPÃ, O GALO VERDE INTEGRALISTA E LINEARISTA, ESMAGA O VERME COMUNISTA LIBERAL, GERADO NO VENTRE DO GRANDE CAPITAL FINANCEIRO INTERNACIONAL