O CORONAVÍRUS E A TRAGÉDA NACIONAL

CÁSSIO GUILHERME, PRESIDENTE DO MOVIMENTO INTEGRALISTA E LINEARISTA BRASILEIRO MIL-B

Esse texto deverá ficar guardado para posteridade, quando no futuro as pessoas avaliarem o que está acontecendo nesse mês de março de 2020 no Brasil e alhures. Sem dúvida, a pandemia que se espalhou de coronavirus, ou Covid-19, é um evento marcante, e ao mesmo tempo catastrófico e enigmático, pois não resume apenas seus efeitos ao campo biológico. Faz-se mister no momento a análise dos Integralistas e Linearistas sobre esse período de muitas transformações e incertezas na sociedade brasileira, e no mundo de forma geral.

Vamos dividir nossa análise em quatro estruturas: a biológica, a econômica, a logística e a política ( governabilidade). Muito do que entendermos desse acontecido vai poder traçar um perfil da realidade nacional até o presente instante e quiçá para o futuro do país. E as gerações futuras poderão verificar o que sentimos no olho do furacão dessa situação de pandemia e confusão generalizada.

Do ponto de vista biológico a característica dessa doença é de guerra biológica, sem dúvida,  fabricada na cidade de Wuhan, província de Hubei na China. É claro que a população maldita desse país, que comete atrocidades contra os animais e a natureza, acabaram por sofrer da Lei do Retorno. Comendo morcegos e ratos sem o mínimo de higiene e assepsia a situação piorou e muito. Mas o vírus comprovadamente tem baixa letalidade, muito menos do que outros vírus como Ebola, influenza e Rotavirus. O que caracterizou a guerra biológica foi a disseminação rápida desse vírus em vários países. Isso é indício de modificação genética e adulteração biológica de RNA do vírus. Isso foi sentido em vários países que sofreram com mortes alarmantes, como Itália e Espanha.

Do ponto de vista econômico, aguardamos uma tragédia como jamais vista, desde outras pandemias anteriores, como a febre amarela e a gripe espanhola de 1918. O confinamento e a quarentena da população ( obrigatórios)  fecharam comércio e atividades essenciais. Em contrapartida, a liquidez de ativos está indo via BNDES toda para os Bancos, que ganham sempre, pois os banqueiros sionistas controlam tudo. Não se paralisou escandalosamente o pagamento dos juros e rolagem das dívidas externa e interna, mostrando que a Colônia de Banqueiros Brasilis, tão bem descrita por Gustavo Barroso, continua a mesma. O dinheiro do fundo partidário e dos politicos também não foi mexido. A paranóia e histeria coletivas parece só afetar a população; não afeta os políticos e muito menos os banqueiros. A Lei de Responsabilidade Fiscal foi alterada mas apenas para beneficiar os grande grupos empresariais e os gastos do governo. O desemprego sem dúvida vai aumentar descontroladamente.  A ajuda ” miserê” do governo não consegue manter os mais necessitados nem de pé para sobreviver. O FMI andou falando em conversar com os credores internacionais para amenizar as dívidas dos países emergentes. Bondade que nem inocentes acreditam.  Tudo dantes, como no quartel de abrantes.

Do ponto de vista da logística, a imprensa tem falado diuturnamente no assunto. Mobilizações tem sido propostas em estádios de futebol, hotéis abandonados, hospitais de campanha e outras alternativas. É claro que as Forças Armadas é que têm condições de salvaguardar essas atitudes prementes coletivas que precisam ser efetivadas. Também seria o caso de solicitar os templos religiosos para contribuirem, pois não pagam impostos e agora seria o momento de contribuirem no esforço de guerra para controlar essa doença. A organização do Ministério da Saúde tem tentado sincronizar as ações, e harmonizar os procedimentos, mas tudo muito difícil de se controlar num país de dimensões continentais como o Brasil. Não se entendem nem sobre o remédio mais eficaz, até o presente momento o tal hidroxiclorofila.

Do ponto de vista da governabilidade, o senhor Jair Bolsonaro segue tão perdido como cego em tiroteio. Os governadores focam em suas campanhas políticas futuras e bombardeiam todas as ações da União. Nunca se viu um vilipêndio tão grande ao conceito de União e Federação como agora. A Respública chega ao ápice de incompetência, não se entendendo entre seus agentes públicos egoístas e mesquinhos em tudo.  E ainda brigam entre si nas declarações oficiais televisivas e cibernéticas, tendo as redes sociais papéis destacados nesse front de acusações e polaridades ideológicas.

Os Integralistas e Linearistas mantém sua coerência habitual nessa situação. O sistema respublicano tem que ser totalmente revisto e modificado, implantando-se o Estado Corporativo Integral e Linear imediatamente. O caos advindo desse fenômeno ” viral” indicará que nosso caminho é o menos traumático. E segue o andor da incompetência respublicana. O vírus agradece.

1 comment

  1. ulysses freire da paz jr

    O oportuno sentido e razão do surgimento do Covid 19 é propiciar às pessoas uma pausa, um distanciamento de seus condicionamentos de maneira a permitir uma conscientização de medidas profiláticas de natureza física, mental e espiritual, portanto, também históricas, visto que, a história corrompida pereniza a corrupção, solapa a ordem social, a família e a vida, mas a verdade cura, liberta e pacifica.

    Há sempre dois caminhos, duas direções, 2 opções…. https://fliegende-wahrheit.com/2020/04/20/129-geburtstag-unseres-fuehrers-adolf-hitler/#comment-4061 OU Netflix

    O mundo está espiritualmente, moralmente, economicamente, ambientalmente degenerado porque a Alemanha perdeu a guerra. https://nationalvanguard.org/2019/11/we-fought-on-the-wrong-side/#comment-27638

    TODOS PERDEMOS https://nationalvanguard.org/2020/03/we-all-lost/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *