INTEGRALISMO, FASCISMO, NAZISMO E OUTROS MOVIMENTOS DE EXTREMA DIREITA

INTEGRALISMO LINEAR, NAZISMO, FASCISMO E MOVIMENTOS

DE EXTREMA DIREITA

CÁSSIO GUILHERME E EDSON GENARO

 

 

                        O Movimento Integralista e Linearista Brasileiro já se posicionou diversas vezes sobre a questão do Integralismo ser acusado de simpatizante das idéias nazistas ou fascistas ou de Extrema Direita. Recusamos a denominação de Terceira Posição para o Integralismo, por ser um termo acadêmico criado pelo escritor René Guenon e sistematizado por Julius Evola, e não representa o que realmente aconteceu com os Movimentos Nacionalistas que surgiram nas décadas de 20 e 30.

                        Não há que se negar que alguns pontos em comum o Movimento Integralista teve com o Fascismo Italiano e o Nacional Socialismo Alemão, além dos movimentos Falangistas na Espanha, Rexistas na Bélgica, Integralistas Lusitanos, Nacionalistas ingleses de Oswald Mosley, Nacionalistas da Cruz de Ferro de Corneliu Codreanu, Acionistas Franceses de Charles Maurras e muitos outros. Esses Movimentos surgiram no contexto de luta feroz contra o Capitalismo Liberal e o Comunismo, vistos como faces da mesma moeda criada pelo Império Sionista dos Banqueiros Internacionalistas. Pontos em comum, não significam cópia papel carbono. Cada um desses Movimentos teve suas próprias características e especificidades.

                        O Movimento Integralista tinha formação essencialmente cristã. Grande parte dos outros Movimentos tinham formação pagã. O Integralismo Brasileiro visava ao bem estar das condições sociais, políticas e morais do povo brasileiro, de natureza ética, e não etnica, como o próprio Chefe Nacional Plínio Salgado afirmou várias vezes. Em que se pese as novas interpretações para o Século XXI do Integralismo Linear, com relação ao Cristianismo e Catolicismo, os princípios do Integralismo em sua primeira geração estavam ligados aos princípios cristãos católicos. Esses pontos doutrinários obviamente precisam ser revistos, pois o Integralismo também criticou ferozmente o sionismo internacional, que em sua última instância é o criador do Capitalismo Liberal, do Comunismo, do Cristianismo Judaizante e da própria doutrina Tomista da Igreja Católica.

 

                        Elaboramos abaixo um conjunto de perguntas e respostas que será útil a interpretações de leigos e Integralistas da atualidade para entenderem o posicionamento moderno acerca do tema.

 

 

O INTEGRALISMO, POR PLINIO SALGADO.

 

 

“NAZISMO, FASCISMO, RACISMO”

 

 

1) QUAL A OPINIÃO  DO INTEGRALISMO SOBRE: NAZISMO, FASCISMO E RACISMO?

 

– O NAZISMO, ISTO E, O NACIONAL-SOCIALISMO, E UM MISTO DO SOCIALISMO DE MARX COM O NACIONALISMO DE BLUNTSCHILI, CUJA DOUTRINA IDENTIFICA A NAÇÃO COM O ESTADO.

O PENSAMENTO DO FILOSOFO ALEMÃO NIETZSCHE, QUE CRIOU A IDEIA DO “SUPER- HOMEM” E PREGOU A VIOLÊNCIA, ASSIM COMO AS IDEIAS RACISTAS DE HOUSTON CHAMBERLAIN E GOBINEAU.

TRANSFERINDO A IDEIA DO “SUPER-HOMEM” DE NIETZSCHE PARA A SUPER RACA, O NAZISMO IDENTIFICOU ESTA COM O ESTADO ABSORVENTE, TOTALITÁRIO, BELICOSO, CONQUISTADOR E OPRESSOR. E UMA DOUTRINA CONDENÁVEL QUE FOI, DESDE O INICIO, REPROVADA PELO INTEGRALISMO, COMO SE VE NA FAMOSA “CARTA DE NATAL E FIM DE ANO” DE PLÍNIO SALGADO, PUBLICADA EM 1935.

 

2) E O FASCISMO?

 

– QUANTO AO FASCISMO, O INTEGRALISMO O CONSIDERA UM REGIME DE “CIRCUNSTANCIAS”. SURGIDO NA ITÁLIA NO MOMENTO EM QUE O COMUNISMO AVANÇAVA ASSUSTADORAMENTE., AMEAÇANDO A INTEGRIDADE DAQUELA NAÇÃO. NÃO TINHA UMA DOUTRINA FIXA COMO O NAZISMO. SUA PREOCUPAÇÃO ERA O COMBATE AO COMUNISMO. UMA VEZ NO PODER ORGANIZOU O ESTADO BASEADO NO CORPORATIVISMO CATÓLICO ABSORVENDO O PARTIDO CRISTÃO DE D. STULZO, NO NACIONALISMO PREGADO PELO PARTIDO DESSE NOME E TRADIÇÕES HISTÓRICAS DO POVO ITALIANO E SEUS ANCESTRAIS ROMANOS. TENTOU EM VÃO DAR AO MOVIMENTO DO FASCISMO UM CONTEÚDO FILOSÓFICO, POR ESFORCO DE ALGUNS INTELECTUAIS COMO: GIOVANNI GENTILE, MAS O SENTIDO POLITICO DO REGIME FOI PRAGMÁTICO, SE PREOCUPANDO MAIS COM AS REALIZAÇÕES ADMINISTRATIVAS.

 

3) ENTÃO O FASCISMO PODE SER ACEITÁVEL?

 

– NÃO. O FASCISMO NÃO E ACEITÁVEL POR SER UM REGIME QUE SUPRIME A LIBERDADE INDIVIDUAL E ELIMINA A REPRESENTAÇÃO POLITICA, POIS AS CORPORAÇÕES NÃO TINHAM NO FASCISMO SENÃO UMA FUNÇÃO ECONÔMICA, E A CÂMARA FASCISTA NÃO PASSAVA DE UM ÓRGÃO CONSTITUÍDO PELAS LISTAS DO PARTIDO ÚNICO, NÃO HAVENDO, PORTANTO, CIRCULAÇÃO LIVRE DA OPINIÃO POPULAR.

 

 

4) POR QUE O COMUNISMO DENOMINA FASCISTA A QUANTOS LUTAM CONTRA SUA IDEOLOGIA?

 

– POR TER SIDO O FASCISMO O PRIMEIRO MOVIMENTO PEQUENO BURGUES QUE SE ERGUEU CONTRA O COMUNISMO. O COMUNISMO DEFINE O FASCISMO COMO: ” QUALQUER AÇÃO CONTRARIA A REVOLUÇÃO DO PROLETARIADO”.

 

5) O NAZISMO E O FASCISMO SÃO IDÉIAS  ORIUNDAS DO SECULO XX?

 

– NÃO! TANTO UM COMO O OUTRO SÃO REMANESCENTES DAS IDEIAS DO SECULO XIX. INADEQUADAS A NOSSO TEMPO.

 

6) ENTÃO O INTEGRALISMO NÃO OS ACEITA?

 

– SENDO O INTEGRALISMO UMA DOUTRINA ATUAL, PELO SEU SENTIDO DE SÍNTESE E CRITÉRIO DE CO-RELA COES DOS FENÔMENOS ECONÔMICOS-SOCIAIS, JAMAIS PODERIA ACEITAR O TIPO DE ESTADO FASCISTA OU NAZISTA. ALEM DO MAIS, SE O INTEGRALISMO CONSIDERA O ESTADO UMA CRIATURA DA NACAO, NAO PODE ACEITAR QUALQUER DOUTRINA QUE SUPERPONHA O ESTADO A ELA, NAÇÃO. O MENOR (ESTADO) NÃO PODE ABSORVER O MAIOR (NAÇÃO).

 

7) O INTEGRALISMO É ANTI- RACISTA?

 

– EVIDENTEMENTE. A DECLARAÇÃO A TAL RESPEITO SE ENCONTRA NO MANIFESTO INTEGRALISTA DE 7 DE OUTUBRO DE 1932, EM SEU CAPITULO 4° .

 

7) EM QUE SE BASEOU O INTEGRALISMO SOBRE O ASSUNTO?

 

– BASEOU-SE EM ALBERTO TORRES NO SEU LIVRO ” O PROBLEMA NACIONAL BRASILEIRO”. AFIRMA ELE E AFIRMA O INTEGRALISMO NO CITADO MANIFESTO QUE NO BRASIL MUITOS INTELECTUAIS ACEITAVAM AS IDEIAS RACISTAS DOS POVOS QUE NOS QUERIAM DOMINAR, SOB PRETEXTO DE NOSSA “INFERIORIDADE” RACIAL.

 

8) O QUE PENSA O INTEGRALISMO DISSO?

 

– SERIA RIDÍCULO EM NOSSO PAIS, ONDE SOMOS O RESULTADO DE UM CONJUNTO DE RACAS: INDÍGENAS, EUROPEUS, NEGROS, ASIÁTICOS, ADOTÁSSEMOS QUALQUER PRECONCEITO RACIAL. ALEM DO MAIS, O INTEGRALISMO E CRISTÃO, E CRISTO PREGOU A CONFRATERNIZAÇÃO DE TODOS OS POVOS E RACAS.

 

9) MAS NÃO EXISTIU, DENTRO DO INTEGRALISMO, UMA CORRENTE RACISTA?

 

– SE POR ACASO ALGUM INTEGRALISTA FOI ATRAÍDO PELO RACISMO, ELE ESTAVA FORA DE NOSSA DOUTRINA, AGINDO POR CONTA PRÓPRIA, COMO ACONTECE A ESTA E A OUTRAS CORRENTES POLITICAS.

 

10) O INTEGRALISMO LINEAR CONTINUA COM ESSE POSICIONAMENTO PARA O SÉCULO XXI??

– O Integralismo Linear se propõe a atualizar a doutrina Integralista condizente com a realidade do nossos dias atuais. Continua condenando qualquer forma de racismo ou perseguição a qualquer tipo de credo ou raça. Se reserva no Direito de criticar os posicionamentos doutrinários de algumas religiões, sem contudo promover sua destruição ou incentivar tal ato. O Integralismo Linear estuda a realidade nacional e internacional baseado em pressupostos sociológicos, políticos, filosóficos, teológicos e morais.

11) GUSTAVO BARROSO ERA RACISTA OU ESCREVEU ALGO CONTRA A RAÇA JUDAICA??

-Gustavo Barroso nunca foi racista e nem pregou nada contra a raça judaica ou seus mandamentos. O fato é que todos os livros Integralistas da década de 30 e o consenso do Movimento em geral, criticavam a posição materialista do Judaísmo Internacional, tido como construtor das ideologias Capitalistas e Comunistas. Sempre foi uma crítica de epistemologia, acadêmica e da exegese da cosmovisão judaica de mundo. Todos os Integralistas criticaram esse posicionamento judaico. E o Integralismo Linear continua a criticar. Essa crítica não visa a deturpações de ordem étnica contra o judeu, mas de ordem moral e ética contra a influência judaica nas revoluções sociais de todo mundo e na turbulência que o Império Sionista provoca nas Nações. O Judeu Internacional precisa deixar de ser racista e se igualar as outras raças por todo mundo. Não existe e nem nunca existiu raça eleita por Deus ou por Divindades, sendo todos os seres Humanos e mesmo seres viventes desse mundo eleitos e respeitados pelas Divindades e pelas forças Naturais. Essa Cosmovisão abandona a Teocracia, a Antropocracia e elege a Harmoniocracia como medida de todas as coisas na existência.

12) O INTEGRALISMO É UM MOVIMENTO DE EXTREMA DIREITA??

-Não consideramos esse termo adequado para distinguir o Movimento Integralista. E muito menos o termo Movimento de Terceira Via ou Terceira Posição. O Integralismo é um Movimento de Massas Nacionalista e Nativista revolucionário e tradicionalista ao mesmo tempo, por mais paradoxal que isso pareça. Para se manter o Tradicionalismo é preciso agir com Espírito Revolucionário!! O Integralismo Linear tem sua própria identidade e não está vinculado a qualquer Sociedade Secreta ou Filosofia Religiosa. O Integralismo Linear se propõe a ser um Movimento Nacionalista, Espiritualista e Nativista e ser ao mesmo tempo uma nova exegese religiosa.

 

Esse conjunto de perguntas e respostas visa ao entendimento do processo Integralista e Linearista para a atualidade.

Leituras Recomendadas

Previous
Next
TODOS OS ANIMAIS SAO IRMÃOS
thumbnail (1)
FREI ORLANDO SILVA
A Arte da Guerra
FranciscanismoXTomismo
Igreja Linear
era vargas
Livro A Casa Imperial
fronteiras_da_tecnica
golpe_de_novembro
direito_politico
forças_secretas
manifesto_municipalista
AIGREJAEOMARXISMO
abya yala
prpcartaz
boletimdedoutrina2rn
boletimdedoutrina1rn
comquemestamos
CATOLICOSEINTEGRALISMO
pelobemdobrasil
discursoaosintegralistas
CONCEITOCRISTÃODOTRABALHO
Breviário do Camisa Verde
Livro Cientificismo Moderno
Livro Espiritualidade
sociedadessecretas
soluçoesnacionais
bolchevismogondim
protocoloserituais
analiseopoortuna
teoriaintegraldodireito
O_BRASIL_NA_CRISE_ATUAL
O_QUE_E_ESTADO_NOVO
O_IMPERIALISMO_BRITANICO_NO_BRASIL
MAÇONARIAEAIBCORR
Livro O Integralismo e a Educação em Massa
capa Integralismo Místico
capa livro gustavo barroso super-herói
Azevedo Amaral
ESTADO_CORPORATIVO
MARIA AMELIA
ORAÇÃO_DA_HORA_AMARGA
POR CRISTO E PELA PATRIA
Livro O Integralismo Linear e a Economia2
RUI BARBOSA E A QUEIMA DOS ARQUIVOS
''50 mil camisas-verdes desfilaram, no rio, ao lado das forças armadas''
70c18c3b-9b35-4450-9649-9a66dfcb66c0
Livro O Integralismo Linear e a Revolução Vegana
Livro O Integralismo Linear e o Escotismo

Marcha Linearista

Vídeo em Destaque

TUPÃ, O GALO VERDE INTEGRALISTA E LINEARISTA, ESMAGA O VERME COMUNISTA LIBERAL, GERADO NO VENTRE DO GRANDE CAPITAL FINANCEIRO INTERNACIONAL