FALANGE INTEGRALISTA MONÁRQUICA DE ESPANHA

FALANGE INTEGRALISTA MONÁRQUICA DE ESPAÑA

F.I.M.E

 

CARLOS ALBERTO DE SOUZA, PRESIDENTE DO MIM E CHANCELER SUPREMO DA CASA IMPERIAL NATIVISTA BRASILEIRA

 

 

 

Málaga, 24 de Abril de 2021

 

MIM PORTUGAL FAZ ALIANÇA COM FALANGE E FUNDA A F.I.M.E

 

Hoje, 24 de Abril de 2021, data em que se completam 118 anos do nascimento de José António Primo de Rivera, morto por marxistas durante a Guerra Civil Espanhola, tenho enorme orgulho e satisfação de anunciar a fundação da FALANGE INTEGRALISTA MONÁRQUICA DE ESPANHA ( F.I.M.E )

O Conselho Supremo da FIME ( Falange Integralista Monárquica  ) lança assim seus 36 pontos doutrinários

DESTINO DA NAÇÃO O IMPÉRIO IBÉRICO DA ESPAÑA

1 . Nós acreditamos na suprema realidade da Espanha. O seu fortalecimento, sua elevação e engrandecimento são os objetivos coletivos urgentes de todo espanhol. O cumprimento destes objetivos devem ter implacável prioridade sobre todos os interesses individuais, de grupos ou classes.

2 . A Espanha é um destino indivisível em termos universais. Qualquer plano que vá contra este todo indivisível é repulsivo. Todas as formas de separatismo são crimes que nós não devemos esquecer.

A constituição em vigor, que até aqui só fomentou a desintegração, ofende a natureza indivisível do destino da Espanha. Nós, portanto, insistimos que ela precisa ser repelida imediatamente.

3 . Nós estamos comprometidos com o Império. Nós declaramos que o cumprimento histórico da Espanha é o Império. Nós exigimos que a Espanha tenha uma posição proeminente  na Europa. Nós não iremos tolerar nem isolamento internacional nem interferência estrangeira.

No que diz respeito aos países da América Espanhola, nosso objetivo é a unificação da cultura, dos interesses econômicos e do poder. A Espanha reitera o fato de ser o eixo espiritual de todo os países falantes do Espanhol por conta de sua predominância nos interesses mundiais.

4 . Nossas forças armadas — na terra, no mar ou no ar — devem ser suficientemente fortes e eficientes para  assegurar a total independência e a posição no mundo da Espanha em qualquer momento. Nós daremos de volta a terra, ao mar e o ar forças com toda a dignidade pública que merecem e nós faremos com que uma perspectiva marcial permeie toda a vida da Espanha em sua imagem.

5 . A Espanha irá procurar novamente por rotas marítimas para sua glória e sua riqueza. A Espanha deve ter como objetivo tornar-se um grande poder marítimo, para tempos de perigos e para o comércio.

Nós exigimos que a Pátria tenha para as rotas aéreas o mesmo que as marítimas.

O ESTADO O INDIVÍDUO E A LIBERDADE

6 . Teremos um Estado Totalitário à serviço da integridade da Pátria. Todo espanhol deve, portanto, tomar parte disto através da família, municipalidades e sindicatos.  Ninguém deverá tomar parte disto por um partido político. O sistema de partidos políticos será abolido, juntamente com todos os seus corolários: sufrágio inorgânico, representação por facções conflitantes e as Cortes como as conhecemos.

7 . A dignidade humana, a integridade do indivíduo e a liberdade individual são valores eternos e intangíveis. Porém, a única forma de ser realmente livre é fazendo parte de uma Nação forte e livre.

Ninguém terá permissão de empregar sua liberdade contra a unidade, a força e a liberdade da Pátria. Uma disciplina rigorosa irá prevenir qualquer tentativa de envenenar ou quebrar o povo espanhol ou incitá-lo a ir contra o destino da Pátria.

8 . O Estado Nacional-Sindicalista permitirá qualquer iniciativa privada que seja compatível com os interesses coletivos e de fato a protegerá e estimular os que forem particularmente benéficos.

A ECONOMIA. TRABALHO. O CONFLITO DE CLASSES.

9 . Na esfera econômica, pensamos na Espanha como um grande sindicato para todos aqueles engajados na produção. Nós organizaremos a sociedade espanhola através de noções corporativas, através de um sistema vertical de uniões que representarão vários ramos da produção, em serviço da integridade econômica nacional.

10 . Rejeitamos o sistema capitalista, que despreza as necessidades do povo, desumaniza a propriedade privada e transforma os trabalhadores em massas deformadas entregues à miséria e o desespero. Nossa consciência espiritual e nacional também rejeita o marxismo. Nós daremos uma direção aos impulsos da classe trabalhadora, nestes dias desguiada pelo marxismo, e exigiremos a sua direta participação no formidável objetivo do Estado Nacional.

11 . O Estado Nacional-Sindicalista não irá permanecer cruelmente neutro em relação aos conflitos econômicos entre os homens, nem irá olhar passivamente enquanto uma classe mais forte subjuga a outra mais fraca. Nosso regime fará o conflito de classes impossível, pois todos aqueles que estarão em cooperação pela produção constituirão juntos um todo orgânico.

Nós rejeitamos e iremos a todo custo prevenir os abusos de interesses parciais bem como a anarquia no sistema trabalhista.

12 . O objetivo principal da riqueza é causar uma melhora nos padrões de vida de todas as pessoas — e isto será declarado como política do nosso Estado. É intolerável que grandes massas de pessoas vivam na pobreza, enquanto alguns poucos aproveitam todo o luxo.

13 . O Estado irá reconhecer a propriedade privada como um meio válido de chegar a fins individuais, familiares e sociais e irá protegê-la contra os abusos da Alta Finança, dos especuladores e usurários.

14 . Nós somos a favor da nacionalização do sistema bancário e a tomada dos principais serviços públicos por corporações públicas.

15 . Todo cidadão espanhol está intitulado ao emprego. As instituições públicas providenciarão o bem-estar aos que estiverem involuntariamente fora do trabalho.

Enquanto estamos indo em direção a uma estrutura totalmente nova, nós iremos manter e intensificar todas as vantagens que os trabalhadores têm na atual legislação social.

16 . Todo espanhol que não estiver inválido tem o dever de trabalhar. O Estado Nacional-Sindicalista não terá a menor simpatia para aqueles que não estiverem cumprindo nenhuma função além de esperar viver como um convidado às custas dos esforços das outras pessoas.

A TERRA.

17 . Nós devemos a todo custo melhorar o padrão de vida nas áreas rurais, onde a Espanha sempre irá depender para a sua comida. Por esta razão nós nos comprometemos a uma estrita implementação de uma reforma econômica e social na agricultura.

18 . Nós iremos fortalecer a produção da agricultura (reforma econômica) através das seguintes medidas:

Garantindo ao agricultor um preço mínimo adequado para a sua produção.

Fazendo com que muito do que é hoje absorvido pelas cidades, em pagamento pelos seus serviços comerciais e intelectuais, tenha um retorno para a agricultura, para auxiliar as áreas rurais suficientemente.

Organizando um sistema real de crédito nacional para a agricultura que irá fazer empréstimos a baixos níveis de juros aos agricultores, livrando-os da usura e patronagem.

Fomentando a educação referente a agricultura e criação de animais.

Racionalizando a produção de acordo com o que for adequado para a terra e seus produtos.

Promovendo uma política protecionista de tarifas cobrindo a agricultura e criação de gado.

Acelerando a construção de redes hidráulicas.

Racionalizando o tamanho de holdings, com a eliminação de vastas propriedades que não sejam aproveitadas totalmente.

19 . Nós iremos atingir a organização social da agricultura através das seguintes medidas:

Redistribuindo toda a terra arável de forma a promover os negócios familiares e dando aos agricultores todo o encorajamento para juntarem-se à união.

Resgatando as massas de pessoas, que estão exaustas de cavar o solo estéril, da sua pobreza presente e transferindo-as para novas propriedades de terra arável.

20 . Iremos lançar uma incansável campanha de reflorestamento e criação de animais, impondo sanções severas em quem obstrui-la e até mesmo recorrer a uma mobilização obrigatória de toda a juventude espanhola para o objetivo histórico de reconstrução da riqueza do país.

21 . O Estado terá o poder de confiscar, sem compensações, qualquer terreno que tiver sido adquirido ilicitamente.

22 . Será um dos objetivos principais do Estado Nacional-Sindicalista dar de volta para as vilas as suas propriedades comunais.

EDUCAÇÃO. RELIGIÃO.

23 . É uma missão fundamental do Estado impor uma rigorosa disciplina na Educação, para produzir forte espírito nacional que preencherá as almas das futuras gerações com um ativo orgulho pela Pátria.

Todos os homens receberão treinamento pré-militar para prepará-los para a honra da admissão às forças armadas populares da Espanha.

24 . A Cultura será organizada de forma que nenhum talento será desperdiçado por falta de financiamento. Todos os que merecerem terão fácil acesso até mesmo ao ensino superior.

25 . O Nosso movimento é profundamente espiritualista respeitamos todas as religiões o integralismo linear é a nossa  religião .

As religiões e o Estado concordarão na delimitação de suas respectivas esferas, o que significa que interferências das religiões não serão toleradas nem qualquer atividade que possa minar a dignidade do Estado ou a integridade da Nação.

A REVOLUÇÃO INTEGRALISTA NACIONAL

26 . A Falange Integralista Monárquica deseja o estabelecimento de uma nova ordem, como explicada nestes princípios. O que quer dizer que no conflito com a presente ordem, a Falange Integralista Monárquica Espanhola deseja uma revolução nacional.

Em seu estilo será ativa, ardente e militante. A vida é uma milícia e deve ser vivida com um espírito purificado pelo serviço e o sacrifício.

 

 

27 . La Falange Integralista Monárquica, conforme a su doctrina y programa fundamentados en el nacionalismo auténtico o sea el integralismo y  pero com una organización política de estructura moderna.

Es un Partido que está al servicio de todas las clases sociales de la nación.

28 . La Falange Integralista Monárquica defiende los intereses vitales de España Por consiguiente trata de infundir a la lucha política un espíritu de justicia que se traduzca en la cooperación de todas las clases sociales con el fin de conciliar los intereses del trabajo y del capital en beneficio de la colectividad en um estado democrático Integral.

29 . La Falange Integralista Monárquica concentrará sus energías en el mejor dejarollo  de la economia sobre bases que permitan resolver de acuerdo con la realidad nacional, lo más urgentes problemas, especialmente mas justicia social e empleos.

  1. La Falange Integralista Monárquica procura estimular las virtudes de nuestros pueblos latinos y nuetra España para orientar la realización de sus grandes destinos.

  1. La Falange Integralista Monárquica propugna enérgicamente la más austera moral administrativa.

32 . La Falange Integralista Monárquica auspicia el desarrollo de la cultura del pueblo y el mejoramiento de las condiciones de vida de los trabajadores y clase media.

33 . La Falange  Integralista Monárquica defiende una revolucion en el sistema social y político existente, prentea su evolución através de el integralismo linear una doctrina política espiritualista universal de acuerdo a la época y con el espíritu del más intransigente y auténtico nacionalismo.

34 . La Falange Integralista Monárquica subordinada a sus militantes a una férrea disciplina. Los Camisas Azules de la F.I.M.E España constituyen una Milicia Política lista a intervenir enérgicamenete cooperando con el Ejército Nacional en defensa del orden social y de España.

35 . La  Falange Integralista Monárquica, conforme a su doctrina y programa fundamentados en el nacionalismo auténtico, es una organización política de estructura moderna e defende la revision  de el actual sistema político e de Pluripartidarismo.

36 . La F.I.M.E és un Partido que está al servicio de España e defiende los intereses vitales del Reino  incluso defiende la unificacion com Portugal .

Carlos Alberto de Souza

Líder supremo da F.I.M.E

 

Leituras Recomendadas

Previous
Next
AIGREJAEOMARXISMO
abya yala
prpcartaz
boletimdedoutrina2rn
boletimdedoutrina1rn
comquemestamos
CATOLICOSEINTEGRALISMO
pelobemdobrasil
discursoaosintegralistas
CONCEITOCRISTÃODOTRABALHO
Breviário do Camisa Verde
Livro Cientificismo Moderno
Livro Espiritualidade
sociedadessecretas
soluçoesnacionais
bolchevismogondim
protocoloserituais
analiseopoortuna
teoriaintegraldodireito
O_BRASIL_NA_CRISE_ATUAL
O_QUE_E_ESTADO_NOVO
O_IMPERIALISMO_BRITANICO_NO_BRASIL
MAÇONARIAEAIBCORR
Livro O Integralismo e a Educação em Massa
capa Integralismo Místico
capa livro gustavo barroso super-herói
Azevedo Amaral
ESTADO_CORPORATIVO
MARIA AMELIA
ORAÇÃO_DA_HORA_AMARGA
POR CRISTO E PELA PATRIA
Livro O Integralismo Linear e a Economia2
RUI BARBOSA E A QUEIMA DOS ARQUIVOS
''50 mil camisas-verdes desfilaram, no rio, ao lado das forças armadas''
70c18c3b-9b35-4450-9649-9a66dfcb66c0
Livro O Integralismo Linear e a Revolução Vegana
Livro O Integralismo Linear e o Escotismo
thumbnail
41V2QwyVagL._SX352_BO1,204,203,200_
Lendas do Natal
preparacao_nacionalismo_afonso_arinos
capa_cascudo_jornalista_integralista
SONY DSC
FPS Livro 311 ''Introdução ao Integralismo''_ capa
_9f471dc55351dbdc11295df4923db3ee53e42c23
O Aço Verde nº 1 pág.1
prp2
O QUE É INTEGRALISMO
CADERNOS DA HORA PRESENTE
ATUALIDADES BRASILEIRAS

Marcha Linearista

Vídeo em Destaque

TUPÃ, O GALO VERDE INTEGRALISTA E LINEARISTA, ESMAGA O VERME COMUNISTA LIBERAL, GERADO NO VENTRE DO GRANDE CAPITAL FINANCEIRO INTERNACIONAL