A DESTRUIÇÃO DO ESTADO PELAS ESQUERDAS

A ESTRATÉGIA DE DOMINAÇÃO E A DESTRUIÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO

 

 

Luiz Felipe Schittini

 

 

O Partido dos Trabalhadores (PT), assim como todos os outros partidos a serviço da NOva Ordem Mundial e do Politicamente correto,  utiliza da seguinte estratégia para se perpetuar no poder:

 

I – Compra de votos de políticos e de partidos aliados, para aprovação de seus decretos – leis e medidas provisórias no Congresso Nacional – Vide o “MENSALÃO”.

 

II – Aliança com empresários corruptos, principalmente os ligados às empreiteiras, na execução de obras pelo país.

 

III – Aliciamento e compra de determinados jornais e revistas, principalmente através de propagandas de empresas estatais, destacando-se a Petrobrás, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

 

IV – Compra de intelectuais e artistas brasileiros através da Lei Rouanet, de incentivo à cultura. Somente aqueles “afiados” ideologicamente com o governo recebem benefícios para a realização de filmes, peças teatrais e shows.  Em 2015 Brasília doou 1 BILHÃO e 300MILHÕES DE REAIS através dessa Lei.

 

V – Forte ideologização nas escolas desde o ensino fundamental, abolindo os fatos que aconteceram realmente na década de 60, durante a GUERRA FRIA.  Havia um plano elaborado principalmente pela antiga UNIÃO DAS REPÚBLICAS SOCIALISTASSOVIÉTICAS (URRS), CHINA e CUBA para a implantação de regimes comunistas na América Latina.  O Brasil por ser o maior país das Américas do Sul e Central, era a prioridade número um.  Os atuais livros de História elaborados pelo MEC ignoram e/ou distorcem o que realmente ocorreu.

 

IV – Afastamento de professores cuja ideologia vá de encontro a “estória” do PT.

 

VII – Valorização excessiva das minorias, principalmente ao do grupo LBGT (Lésbicas, Bissexuais, Gays e Transexuais / e de feministas, a favor do ABORTO.

 

VIII – Aliança velada com criminosos.  O PT os vê como seus agentes “extragovernamentais”, ocupando e invadindo terras e também roubando daquele que tem mais um pouco, principalmente a classe média.  Seria uma forma de “distribuição de renda”.

 

IX – Exacerbação dos DIREITOS HUMANOS, dando mais ênfase aos que transgridem as leis vigentes, em detrimento dos que a cumprem.  O PT procura beneficiar aqueles, fornecendo “BOLSAS RECLUSÃO”, enquanto a vítima e/ou seus dependentes não recebem nada do Estado.

 

X – Sabedores de que a família é a “célula-mater” de qualquer sociedade, povo ou nação, procuram destruí-la paulatinamente.  Utilizam livros que incentivam a ideologia de gênero, fazendo “a cabeça” dos jovens, quanto a sua sexualidade.  Quanto mais famílias desestruturadas, melhor será a dominação do Governo sobre elas.

 

XI – Utilização de quaisquer meios, para atingir o seu fim, que é a implantação do novo socialismo do século XXI, o bolivarianismo, um eufemismo do Comunismo.  Faz vista grossa frente a grande entrada de armas e drogas, através das nossas fronteiras corrobora a assertiva. Os países envolvidos nesses ilícitos, pertencem ao FORO DE SÃO PAULO, entidade criada em 1990 por Lula e Fidel Castro, para a implementação do comunismo na América Latina.

 

XII – Abolição gradual de fatos históricos, costumes, cultura e tradições reais do Brasil.  O PT segue a teoria do filósofo comunista italiano Antônio Gramsci (GRAMCIANISTA), de que a tomada do poder não se faz mais por luta armada, e sim em uma impregnação de uma nova “cultura”.

 

XIII – Aparelhamento dos ministérios e estatais, de agentes públicos e filiados do partido, em cargos prioritários de decisão e gerenciamento.
 XIV –  Pagamento religioso dos juros das Dívidas Externa e Interna em detrimento de todo o benefício do povo brasileiro. Isso consome 42% de tudo o que se arrecada no Brasil em direção ao bolso dos banqueiros internacionalistas, enquanto a saúde recebe 2%, a Educação 3% e a Segurança Pública 1^. O Brasil como Colönia de Banqueiros nas mãos de comunistas.
Como consequência do relato acima, o PT está acabando com o Estado Brasileiro, e os principais fatos abaixo, provam.  Senão vejamos:
(1) – Destruição da economia brasileira.
– Recessão.
– Diminuição do Produto Interno Bruto (PIB).
– Desemprego maciço (mais de 9 milhões de desempregados)
– Inflação crescente.
– Endividamento público cada vez maior. Recentemente o (des) governo ressaltou que está utilizando das nossas “reservas cambiais”.  Trata-se de um erro gravíssimo.
– Diminuição da atividade industrial, fechamento de lojas comerciais e empobrecimento gradual da população brasileira.
(2) – Colapso total na saúde pública.
– Ocorre nas três esferas (federal, estadual e municipal).  O mau gerenciamento desses hospitais decorre da ocupação de cargos de chefia, por pessoas incompetentes, mas que comungam ideologicamente com o (des) governo petista.
– Epidemia generalizada da dengue, Chikungunya e Zika em todo o país, já tendo ocorrido 860 óbitos devido a dengue em 2015 e 3160 casos registrados de microcefalia decorrente do alastramento do vírus Zika.
(3) – Descrédito total perante o mundo.  O “Petrolão” foi o maior escândalo de corrupção já acontecido na humanidade.  O Brasil está sendo conhecido internacionalmente como o país mais corrupto do mundo e como consequência, investidores estrangeiros se afastam.
(4) – Aumento crescente da violência.  O Brasil ocupa o 1º lugar no cenário mundial, na questão de homicídios.  São mais de 56.000 por ano.  Imaginem países em conflitos bélicos (Síria, Iraque, Afeganistão, Congo, Nigéria, dentre outros).  O somatório de óbitos neles é bem menor do que os ocorridos atualmente no Brasil.
(5) – Desestruturação nas famílias.  Isso é devido a TEORIA GRAMSCIANA, já explicada. O governo faz “vista grossa ” na entrada de armas e drogas, proveniente de países pertencentes aoFORO DE SÃO PAULO. As drogas e a vitimização precoce de chefes de famílias, corroboram para isso.
(6) – Descrédito nas Instituições públicas de uma maneira geral.  Essa estratégia faz parte daTEORIA GRAMSCIANA.  Através da anarquia reinante fecha-se o Congresso Nacional e os líderes do PT implantam a “REVOLUÇÃO POPULAR”, com total dominação do Estado brasileiro.
(7) – Falta de estratégia preventiva em órgãos governamentais.  A epidemia generalizada de dengue e principalmente Zika são exemplos gritantes (865 óbitos por dengue no ano passado e 3.500 casos de microcefalia já notificados).  O maior desastre ambiental do planeta (o rompimento da barragem de minas de Mariana, Minas Gerais) serve também como amostra.
(8) – Corrupção em todas as esferas governamentais.  O PT tem um discurso de que “nunca se prendeu tanto no Brasil”, mas é facilmente desmascarado pois “nunca se roubou tanto no país”.
(9) – Surgimento de luta de classes.  É a famosa estratégia comunista: pobre x classe média; morador de favela x morador do asfalto; cotista x não cotista em Universidades públicas; branco x negro e empregado x patrão, como exemplos.
(10) – Destruição do ensino público.  Conforme a doutrina de Gramsci, em que a dominação de um país não se faz por armas e sim pela implantação de uma cultura.  A ideologização para a prática de um novo socialismo do século XXI (bolivarianismo posteriormente, o comunismo) e um culto “excessivo” à homossexualidade são exemplos.

 

Gostaríamos de citar um fato ocorrido numa escola.  Uma menina de 10 (dez) anos chegou em casa toda “urinada”.  Os pais a repreenderam e perguntaram se não havia banheiros na sua escola .A filha disse que sim, mas que a “tia” (o politicamente correto de professora) permitia que “meninos” que se sentiam “meninas”, podiam frequentar o banheiro feminino.  E que ela percebeu que “espertinhos” se fingiam de afeminados para olharem as meninas no banheiro.

 

 

Estamos ​nos  aproximando do mês de fevereiro que será crucial para o Brasil.  Nele será travado a luta do “impeachment”.  A oportunidade é única e a decisão será para sempre.  Ou tiramos o PT (Partido dos Trabalhadores) do poder ou ele destruirá o país.  Esse partido é formado por pessoas com sérios distúrbios mentais.  Vou exemplificar:

 

 

 

Como podem ser a favor dos Direitos humanos e também a favor do ABORTO (se tira covardemente uma vida)?

 

 

 “UM PAÍS É POBRE, NÃO PORQUE O SEJA NO SENTIDO MATERIAL. É POBRE, PORQUE O É EM CARÁTER. O PROBLEMA DE FORMAÇÃO DE CAPITAL É, NO FUNDO, UMA QUESTÃO DE CARÁTER.”. – S.K. MEHTA – indiano prêmio Nobel de economia.

 

 

“O FUTURO É O QUE DEIXAMOS DE FAZER NO PRESENTE POR INCOMPETÊNCIA, NEGLIGÊNCIA OU FRAQUEZA.”

 

 

“OS GOVERNANTES DEVERÃO EVITAR A CORRUPÇÃO, POIS O POVO SEGUIRÁ OS SEUS COMPORTAMENTOS.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *